TETRA (Teatro e Tradução): para uma história da tradução de teatro em Portugal, 1800-2009

Projecto financiado pela FCT (PTDC/ELT/67491/2006)

TETRA propõe fazer o levantamento e sistematização crítica da prática de tradução teatral em Portugal, no período que vai desde o século XIX até aos dias de hoje, considerando quer a tradução interlinguística, quer as possíveis traduções intersemióticas e a sua relevância, significado e recepção num determinado contexto histórico e social, focando processos como “aculturação” e “interculturalismo” (Patrice Pavis, 1996), e tendo em conta o papel da tradução teatral na constituição dos repertórios nacionais e na transformação das práticas artísticas locais e nacionais a partir do contacto com modelos estrangeiros.

O cruzamento de perspectivas, interesses e metodologias dos Estudos de Tradução e dos Estudos de Teatro, e o contributo de áreas de estudo tais como a Antropologia e a Sociologia Cultural, numa confluência de atenções comparatistas, são fundamentais para o entendimento da tradução teatral como um fenómeno socio-cultural, tendo como pano de fundo um modelo descritivo dos Estudos de Tradução.

Pretende-se compreender como é que a relação entre texto dramático e a sua representação teatral determina as estratégias de tradução, e como a transferência de textos e de práticas teatrais de uma cultura para a nossa enriquece e condiciona a produção teatral portuguesa do período sobre o qual nos debruçamos, assim como a sua função na sociedade e cultura portuguesa. Desta forma, poderemos perceber melhor a importância e influência da obra de certos dramaturgos estrangeiros na produção literária e teatral portuguesa e nos repertórios de companhias de teatro específicas. O objectivo final será o de perceber os processos de produção e recepção teatral em Portugal e contribuir para uma história da tradução teatral em Portugal.

O projecto divide-se em duas vertentes que se interrelacionam e se complementam:

1. TETRA-BASE:

Levantamento histórico e crítico, e registo de informação tendo em conta critérios de classificação pré-estabelecidos. Para tal serão considerados factores tais como a influência de dramaturgias estrangeiras específicas, dramaturgos e periodização, quem traduz e para quem, número de traduções feitas, editoras, colecções, repertórios de companhias de teatro, número de representações, encenadores, tipo de tradução e género teatral. Esta base de dados permitirá aceder a informação relativa a tradução de teatro em Portugal durante o período em estudo. Será possível proceder a uma consulta rápida e precisa sobre tópicos específicos, comparar dados e analisar a relação entre tradução e representação, assim como perceber as implicações culturais e sociais destas traduções.

2. CONTACT STAGES

A) Numa segunda fase, pretende-se analisar parte dos dados recolhidos, culminando na publicação de dois volumes de ensaios.

B) Organização de vários workshops onde poderão ser debatidos aspectos práticos inerentes à tradução de teatro, ópera e de legendagem para teatro.

C) Organização de um simpósio internacional no final do triénio, onde se poderá fazer o balanço e avaliação do projecto, ao mesmo tempo que será possível divulgar trabalhos semelhantes. Este simpósio surgirá na sequência de um colóquio e conjunto de workshops já organizados em Março de 2006.